Impacte do mercúrio e das alterações climáticas nos Pinguins

Impacte do mercúrio e das alterações climáticas nos Pinguins

AEE /

Biólogo marinho e investigador, José Seco, na Escola Secundária de Estarreja

Pelos alunos do 8ºE, 27-05-2019

No dia 24 de maio esteve no auditório da nossa escola o investigador José Seco para dar a conhecer os seus trabalhos na Antártida

Estiveram presentes os alunos da turma do 8ºE, as professoras, Maria do Carmo Castro, Elizabeth Marques e Clélia Alvares, e uma encarregada de educação. A palestra surgiu no âmbito do nosso projeto interdisciplinar (DAC): “Um mar em perigo. Plásticos: um problema, uma necessidade”.

Numa primeira parte, a turma, com o apoio das professoras, apresentou o essencial dos trabalhos que realizou ao longo do ano letivo, em várias disciplinas, e foram expostos resultados e conclusões relativas à caracterização do lixo recolhido na praia de S. Jacinto e ao projeto em que participamos, em parceria com a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, sobre a poluição das águas por microplásticos.

Na segunda parte, o investigador José Seco apresentou a sua experiência na expedição à Antártida, em que investigou o efeito e consequências do mercúrio nos pinguins, assim como analisou os hábitos alimentares de duas espécies de pinguins que se reproduzem no mesmo período de tempo em Hannah Point, Ilha Livingston. Parte da sua investigação consistia na análise das fezes destes animais. Os seus trabalhos permitiram concluir que, como consequência das alterações climáticas, a competição interespecífica pelo alimento, entre estas espécies, está a provocar a redução de uma delas e o aumento da outra no habitat em estudo na Ilha Livingston, na Península Antártica, que é uma das partes mais sensíveis do planeta em relação às alterações climáticas.

A palestra foi uma atividade importante pela oportunidade de partilhar o trabalho feito pelos alunos da turma e pela oportunidade de contactar com um cientista polar português a trabalhar num projeto internacional, transmitindo-nos conhecimentos que ajudaram a conhecer melhor esta zona do planeta e a compreender a importância das regiões polares. Foi interessante ouvir falar e ver tantas imagens sobre como é trabalhar na Antártida e com os pinguins.