Escola Secundária de Estarreja

Perspectiva Histórica

Em Outubro de 1923, o Pe Donaciano Abreu Freire funda uma escola de ensino secundário em Estarreja - o Externato de Estarreja. Este manteve-se durante 8 anos, ao fim dos quais o edifício se tornou pequeno perante o crescente número de alunos. No sentido de dar resposta a esta nova realidade fundou-se, então, em 1931, o Colégio D. Egas Moniz, homenageando, assim, a figura do aio de Afonso Henriques, símbolo histórico de honra e lealdade, “o primeiro educador português”, nas palavras do Pe Donaciano.

Em 25 de Janeiro de 1944 é concedido pelo Ministério da Educação o alvará n°809, que autoriza o funcionamento do que passou a chamar-se Colégio D. Egas Moniz. A partir de 1950, por despacho ministerial de 13 de Fevereiro, o colégio passou a designar-se Externato D. Egas Moniz. Em fins de 1958, dada a exiguidade do edifício, pensa-se na construção de um novo, inaugurado no ano lectivo de 1960/61.

Em 1965/66, no edifício da Fontinha, é entretanto criada a secção de Estarreja da Escola Industrial de Ovar. Esta secção veio a suprir as necessidades de alunos que, com poucos recursos económicos, estavam até então impossibilitados de frequentar tanto o Externato D. Egas Moniz, como a Escola Industrial a Comercial de Ovar ou o Liceu de Aveiro. A partir de 1970, para além dos Cursos Gerais de Mecânica, de Electricidade e de Formação Feminina, a Escola passou a ministrar também o Curso Geral de Comércio.

Em 1971/72 deixou de ser Secção de Ovar, autonomizando-se com a designação de Escola Industrial e Comercial de Estarreja.

Em 1972, em plena Reforma Educativa de Veiga Simão, com a tendência para a oficialização de um considerável número de colégios particulares no país e a reconhecida insuficiência das perspectivas do ensino técnico, que limitava o acesso ao ensino superior dos alunos, começa a manifestar-se o desejo da criação do Ensino Liceal oficial em Estarreja, vindo este a ser inaugurado em 1973. O Liceu nunca chegou, no entanto, a funcionar como tal, fundindo-se com a Escola Industrial e Comercial e dando origem a uma das primeiras escolas secundárias do país: a Escola Secundária de Estarreja. Esta começou a funcionar em pleno nas actuais instalações no ano letivo de 1985/86.
Em 2012, no âmbito do Programa de Modernização do Parque Escolar destinado ao Ensino Secundário e sob a gestão do Professor Jorge Ventura, a Escola Secundária de Estarreja é requalificada e modernizada.

Serviços disponíveis